O marketing faz uso de diversas estratégias para cultivar mais negócios e clientes para diferentes empresas. Uma dessas populares estratégias se chama AIDA. Mas o que ela significa? E como ela é utilizada? Vamos aprender um pouco mais sobre a AIDA e como ela pode influenciar um negócio a obter mais clientes.

O que é AIDA no marketing?

Se você já foi motivado a agir devido a um anúncio, você provavelmente foi influenciado por uma técnica chamada A.I.D.A, que significa “atenção, interesse, desejo, ação”. Esse processo é usado por muitos profissionais de marketing em suas comunicações para atrair clientes potenciais a fazer uma compra ou executar uma ação desejada. A técnica é comumente usada em veículos de publicidade, como comerciais de televisão e mala direta.

Modelo AIDA: Atenção

A parte de atenção da mensagem de marketing ocorre no início e foi projetada para dar aos possíveis clientes um motivo para serem notados. Apresentar um fato ou estatística chocante que identifica um problema que pode ser resolvido pelo produto ou serviço é um método comum de obter atenção. Outros métodos podem incluir fazer uma pergunta instigante ou usar o elemento surpresa. O objetivo é dar às perspectivas um motivo para querer aprender mais.

Muitas vezes, a atenção é negligenciada por muitos profissionais de marketing. Supõe-se que o produto ou serviço já chamou a atenção dos consumidores, o que pode ou não ser o caso. De qualquer forma, não presuma que todos já conhecem seu produto. Uma das melhores abordagens para atrair a atenção do consumidor é o que é chamado de “interrupção criativa”, quebrando padrões existentes de comportamento por meio de uma mensagem altamente criativa. Isto pode ser feito de várias maneiras:

  • Colocar anúncios em situações ou locais inesperados. Isso é muitas vezes referido como marketing de guerrilha.
  • Criando choque em anúncios através de imagens provocativas.
  • Uma mensagem intensamente direcionada. Isso também é chamado de personalização.
  • Essencialmente, o objetivo é conscientizar os consumidores de que um produto ou serviço existe.

Modelo AIDA: Interesse

Depois de ganhar a atenção dos possíveis clientes, o próximo passo é manter o interesse em seu produto ou serviço para manter os destinatários envolvidos. Explique aos destinatários como o problema que você identificou na etapa de atenção está afetando negativamente suas vidas. Uma demonstração ou ilustração pode ajudar os destinatários a identificar-se melhor com o problema e a procurar ativamente possíveis soluções. Ao personalizar o problema, você está chegando perto de casa.

Criar interesse é geralmente a parte mais difícil. Por exemplo, se o produto ou serviço não for inerentemente interessante, isso pode ser muito difícil de alcançar. Certifique-se de que as informações de publicidade estão quebradas e fáceis de ler, com subtítulos e ilustrações interessantes. Concentre-se no que é mais relevante para o seu mercado-alvo em relação ao seu produto ou serviço e em transmitir apenas a mensagem mais importante que você deseja comunicar aos consumidores.

Modelo AIDA

Um modelo AIDA auxilia a encontrar caminhos certos para agir n marketing com o objetivo de encontrar mais clientes para seu negócio. (Foto: Brokk)

Modelo AIDA: Desejo

No estágio do desejo, seu objetivo é mostrar aos clientes em potencial como seu produto ou serviço pode resolver seu problema. Explique as características do produto ou serviço e os benefícios relacionados e demonstre como os benefícios atendem à necessidade. Um processo comum de publicidade é a técnica “antes e depois”, como quando um produto de limpeza torna um item sujo novo. Se feito de forma eficaz, as perspectivas devem agora ter o desejo de fazer uma compra.

O segundo e terceiro passos do modelo AIDA caminham juntos. Como você espera construir interesse em um produto ou serviço, é importante que você ajude os clientes a entender por que eles “precisam” desse produto ou serviço. Pense em como o conteúdo dos infomerciais é apresentado – eles visam fornecer informações interessantes sobre o produto, juntamente com os benefícios de comprá-lo – benefícios que, idealmente, fazem os consumidores quererem o produto cada vez mais. Os infomerciais fazem isso muito bem mostrando o produto sendo usado em várias situações criativas. Transmitir ao público o valor do produto ou serviço e por que ele precisa disso em sua vida.

Modelo AIDA: Ação

Agora que você criou o desejo de fazer uma compra, a etapa final é persuadir os clientes em potencial a tomar medidas imediatas. Em um processo de venda individual, este é o momento de solicitar a venda. No mundo da publicidade, as técnicas envolvem a criação de senso de urgência, estendendo uma oferta por um tempo limitado ou incluindo um bônus de presente especial para aqueles que agem dentro de um prazo específico. Sem uma chamada específica para ação, a perspectiva pode simplesmente esquecer sua oferta e seguir em frente.

A última etapa do modelo AIDA é fazer com que seu consumidor inicie a ação. O anúncio deve terminar com uma chamada à ação – uma declaração projetada para obter uma resposta imediata do consumidor. Por exemplo, o Netflix usa texto persuasivo para convencer o consumidor a experimentar o teste gratuito. A Netflix comunica a conveniência de seu produto e destaca seu valor, e insta os consumidores a se inscreverem para uma avaliação gratuita.

A boa publicidade deve provocar um senso de urgência que motive os consumidores a agirem AGORA. Um método comumente usado para atingir esse objetivo é fazer ofertas por tempo limitado (como: frete grátis).

Por que o modelo AIDA é importante na publicidade?

Dado que muitos consumidores ficam cientes das marcas por meio de publicidade ou comunicações de marketing, o modelo AIDA ajuda a explicar como uma mensagem de comunicação de publicidade ou marketing envolve e envolve os consumidores nas escolhas da marca. Em essência, o modelo AIDA propõe que as mensagens publicitárias precisam realizar várias tarefas para levar o consumidor a uma série de etapas sequenciais, desde o reconhecimento da marca até a ação (ou seja, compra e consumo). O modelo AIDA é um dos modelos mais usados ​​em publicidade em grande parte porque, embora o mundo da publicidade tenha mudado, a natureza humana não mudou.

Novos desenvolvimentos no modelo AIDA

Muitos criticam o modelo AIDA por ser muito simplista. Por exemplo, o modelo AIDA não leva em consideração diferentes pontos de venda possíveis. O marketing será muito diferente para um cliente que visita uma loja online do que para um cliente que procura comprar um carro novo em uma concessionária. Portanto, existem muitas variações do modelo AIDA, como:

Modelo AIDCAS (Ação, Interesse, Desejo, Confiança, Ação, Satisfação)

Modelo REAN (Alcance, Engate, Ativação e Treino)

Modelo NAITDASE (Necessidade, Atenção e Interesse; Confiança, Design e Ação; Satisfação e Avaliação)

Qual modelo você usa para sua publicidade? Como usa o modelo AIDA para melhorar seus negócios?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)