Se você não sabe fazer um brinquedo, provavelmente nunca fez aulas de arte na escola. Uma boa aula de arte te daria as habilidades necessárias para fazer um brinquedo divertido e único, com a temática que você mais gosta e do jeito que você bem entende. Mas como fazer um brinquedo em casa?

Fazer brinquedos: um hobby mundial

Crianças, adultos, idosos. Não há limite para a idade de quem faz brinquedos. Seja você um profissional ou apenas entusiasta, há sempre um brinquedo que pode te marcar e ser ideal para o uso e sua diversão.

Seja ele todo feito com partes recicláveis ou apenas um brinquedo que junta diversas peças já prontas, existe sempre um modelo, tipo, ou classe de brinquedo para seu perfil.

Claro, é preciso saber que nem sempre você vai começar com brinquedos da mais alta qualidade, e o tempo será seu melhor aliado na prática e aperfeiçoamento de suas habilidades na criação de bons brinquedos. Tudo começa com um bom esboço.

Como criar um brinquedo: esboçando ideias

Na primeira etapa de criação de um brinquedo você deve concentrar em ter uma ideia sólida e produzir esboços para sua criação. Depois de ter vários esboços lado a lado, você pode começar a fazer experimentos e montagens com produtos baratos. Por exemplo, cartolina e papelão são ótimos materiais para se construir algo, além de serem extremamente baratos para seus primeiros protótipos.

Você precisará de papel, canetas, uma régua, um computador e uma impressora. Você pode usar argila, biscuit, ou outro material barato para poder esculpir partes do seu brinquedo. É bom também que você compre um pequeno conjunto de ferramentas de modelagem para te ajudar.

Antes de fazer qualquer coisa, você precisa ter uma boa ideia do que deseja fazer. Sua ideia pode ser algo novo que você criou apenas para este projeto, ou algo que você desenhou há anos e quer ver finalmente trazido à vida.

Comece desenhando algumas idéias e escolhendo algo que não seja muito complicado. Algumas coisas simplesmente não são adequadas para seu primeiro brinquedo, como detalhes muito pequenos ou engrenagens complexas. O importante é desenvolver sua habilidade ao longo do tempo, e não tentar fazer tudo de uma só vez.

Tente fazer algo mais bruto na suas primeiras tentativas, com linhas mais retas. Vá evoluindo para curvas e detalhes ao longo do projeto ou em seus próximos projetos, mas nunca tente algo muito difícil desde o começo, ou você vai se frustrar e minar sua motivação.

Fazendo um brinquedo

O design de brinquedos precisa passar por algumas etapas para o sucesso da peça e claro, para proporcionar a devida diversão a quem vai usar o brinquedo. (Foto: Sandi Pointe)

Brinquedos para fazer devem ser projetados de todos os lados

Seu projeto deve incluir um conjunto de desenhos que mostram seis vistas projetadas de seu brinquedo: a frente, o lado esquerdo, o lado direito, o lado de trás e, se necessário, a parte superior e inferior também. Idealmente, é melhor desenhar isso no computador, porque você pode fazer ajustes e dimensioná-lo conforme você entender. Você também pode usar os desenhos para ver a cor que você gostaria e como seu modelo parecerá geral no design final. É uma boa oportunidade de aprender modelagem em 3D para poder, se possível, usar essa habilidade com uma impressora 3D.

A melhor maneira de criar outra visão é usar um desenho para criar outro. Desenhe a frente primeiro e, em seguida, use esse desenho para criar as outras visualizações. Adicione retas e medidas tiradas da vista frontal para ajudá-lo a descobrir onde desenhar os detalhes essenciais; Isso irá ajudá-lo a estabelecer coisas como onde o topo da cabeça termina, onde os braços terminam, onde se encaixa uma porta ou parede, entre outros detalhes importantes.

Depois de ter o seu desenho feito em vários ângulos, imprima para referência na escala de trabalho correta. Para mantê-lo limpo, coloque uma camada de fita adesiva clara sobre ele, fornecendo uma fina camada protetora; Você pode então trabalhar em cima desses guias diretamente ao usar argila e outros materiais. Vale a pena também fazer uma versão menor do brinquedo final, de forma a economizar material e tempo, além de tornar fácil a detecção de defeitos que devem ser corrigidos.

Comece a construir o brinquedo

Agora, crie um modelo de seu brinquedo usando o material de sua escolha. Não economize e não fique triste se não sair exatamente como você planejou. Os protótipos não vão sair perfeitamente como você imagina nas primeiras vezes.

Construa muitos modelos e experimente cores diferentes. Experimente diferentes materiais para o seu protótipo, e veja quais você se adapta melhor. A cada nova iteração do brinquedo, você verá que novos aspectos interessantes poderão ser adicionados.

Vale a pena tomar um momento para refinar o seu design, e você provavelmente precisará ajustar seus desenhos depois das mudanças realizadas no protótipo. Não se esqueça de anotar tudo, pois isso será importante na hora de fazer a versão final do brinquedo.

A versão definitiva do brinquedo

Uma vez que você se sinta confortável com o material, você pode evoluir um pouco na qualidade. Pode pegar a resina para fazer um modelo de um brinquedo, ou passar a usar um isopor denso na produção de paredes, portas, e outras estruturas. Nesse momento, não economize nos materiais, mas saiba que a diferença para os materiais mais baratos pode ainda gerar um pouco de desperdício. Não fique triste, pois é um investimento no seu aprendizado. Meça sempre mais de uma vez para garantir que todas as medidas estão de acordo e assim, reduza as chances de desperdício.

Não tente pintar ou acrescentar detalhes agora. A versão definitiva deve ser prática, “brincável”. A personalização é uma etapa que vai vir depois, além de outras melhorias que você poderá fazer.

Personalização e melhorias no brinquedo

Após brincar um pouco, você poderá personalizar o brinquedo com adesivos, pinturas, e aprender mais uma série de habilidades. Teste a personalização nos seus protótipos antes de partir para a versão definitiva. Trabalhe com diferentes tintas e materiais de acabamento.

Brincando também você acabará vendo coisas que pode melhorar no seu brinquedo. Talvez você precise de mudanças em uma segunda iteração do brinquedo. Anote tudo, e você verá que terá ainda mais diversão criando seus brinquedos do que apenas brincando com eles.

Como vocês fazem seus brinquedos? Que dicas dariam para quem vai fazer o primeiro brinquedo?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)