Granito, laminado, quartzo e azulejo são apenas algumas das muitas opções disponíveis para as bancadas de hoje. Uma opção que às vezes é negligenciada é a madeira maciça. Contratar alguém para fazer tal bancada é um empreendimento caro, mas com um pouco de músculo e conhecimento de algumas técnicas básicas de marcenaria, construindo você mesmo pode se tornar uma opção acessível e agradável.

Como fazer bancada de trabalho ou de cozinha: projeto

Comece sempre projetando sua bancada. Ela vai ficar sobre uma superfície existe ou você vai criar sua própria superfície? Ela vai ser fixada na parede ou no chão? Ela precisará da inserção de gavetas ou outros espaços de armazenamento? É preciso algum grau de mobilidade?

Responder essas perguntas é apenas o começo do projeto. Após isso, você precisa começar a desenhar sua bancada, com as medidas certas. Pode usar um programa para isso, como Sketchup, ou até mesmo uma folha de papel. O importante é ter uma referência para sua bancada. Meça mais de uma vez para poder garantir o trabalho mais preciso possível.

Reúna também as ferramentas necessárias para o projeto:

Parafusadeira

Grampos pequenos e grandes

Biscoitos ou pinos para juntas

Cola para madeira à prova d’água

Serra tico-tico

Tupia

Lixadeira

Lixas de 100, 120, 150, 180 e 220

Serra de mitra ou serra circular

Como fazer uma bancada de madeira: execução

Como em qualquer projeto, o primeiro passo é escolher sua madeira. O carvalho, por exemplo, é uma madeira que resistirá às atividades diárias. Mas você pode escolher qualquer madeira com uma boa densidade. A bancada acabada deve ter até 4 cm de espessura e não menos que 3 cm, o que significa que é melhor começar com uma madeira bruta de pelo menos 5 cm de espessura. O uso de 5 cm de material faz o acabamento e ajustes removendo qualquer depressão, arco, ou curvatura menos estressante, especialmente quando se trabalha com comprimentos maiores.

Aproveite o tempo para encontrar tábuas livres de grandes defeitos, como nós ou rachaduras, que podem se abrir com o tempo e criar um refúgio para a água e as bactérias. Encontre placas que tenham uma largura de cerca de 15 cm, já que uma bancada padrão deve ser composta de pelo menos quatro tábuas para permanecer estável. Quanto maior o número de tábuas, mais estável será a sua bancada acabada. A bancada feita com o final do grão é construída unindo várias tiras paralelas de 3 a 5 cm de largura. É um método muito demorado, mas incrivelmente estável. De qualquer maneira, verifique primeiro suas dimensões acabadas e adicione alguns cm para a largura e o comprimento para acomodar quaisquer ajustes posteriores.

Certifique-se de permitir que a madeira se aclimatize ao ambiente da sua casa antes de ligar as máquinas. Quando chegar a hora de fresar suas tábuas, deixe um adicional de 3 mm de espessura para nivelar. Mova suas tábuas em todos os quatro lados e coloque-as em uma superfície plana, prestando atenção aos padrões de cor e grãos. A estética sempre vem em primeiro lugar mas quando possível, tente alternar os anéis de crescimento.Com suas tábuas dispostas ao seu gosto, marque a posição de cada uma.Você pode juntar as tábuas fora dos grampos, mas para uma perfeita junção use uma plaina manual para remover as marcas das máquinas.

Por fim, adicione alguns biscoitos ao longo da borda da placa para ajudar a manter as faces niveladas durante a colagem. A menos que você tenha uma borda muito ruim, os biscoitos não acrescentam nenhuma força à junta, mas eles ajudam no alinhamento. Você pode usar outros tipos de junções e encaixes, mas estamos recomendando os biscoitos ou pedaços de madeira passados de uma tábua pra outra no mesmo lugar porque são mais fáceis.

Bancada de madeira

Você pode usar uma superfície existente para fazer sua bancada de madeira ou criar seu próprio suporte. (Foto: healthynorthernkennebec.org)

Como fazer bancada: curando a cola

Depois de uma montagem a seco, cole as placas junto com uma cola à prova d’água. Para colagens maiores, é melhor usar um bom epóxi de tempo de cura de 60 minutos. As sobras de epóxi são perfeitas para preencher pequenas rachaduras superficiais ou nós. Colocar um pedaço de papel manteiga sob a junta colada mantém a cola longe de seus grampos. Uma vez fora dos grampos, a bancada colada pode ser passada através de uma lixadeira ou apenas lixada à mão gradualmente, aumentando a lixa de 100 até 220 na seguinte sequência: 100, 120, 150, 180, 220.

Como fazer uma bancada: os ajustes

Algumas coisas ainda precisam ser atendidas antes de aplicar um acabamento. Pode-se fixar a bancada em uma parede e/ou encaixá-la em um canto. Tente usar um bom encaixe no canto, considerando o movimento da madeira para evitar buracos. Você também pode encaixá-la em pés ou uma mesa móvel, se preferir.

Use alguns encaixes de metal ou madeira para unir seções de bancadas. Ao usinar a marcenaria para os conectores, deixe um pouco de espaço para o movimento sazonal. A instalação de algumas espigas também ajudará a manter o topo alinhado. Se você planeja usar buchas, certifique-se de usá-las apenas em um local ao longo da junta e certifique-se de permitir que o resto da bancada se mova. Se você estiver usando pinos de madeira, cole metade do pino em um encaixe e alargue o encaixe em frente a ele, permitindo que o pino se mova livremente. Quando chegar a hora de conectar as bancadas, certifique-se de aplicar um cordão de silicone ao longo da borda. Depois que a sua bancada for dimensionada e encaixada corretamente, faça os ajustes necessários na parte dianteira antes de adicionar um perfil de borda com uma tupia ou lixadeira.

Projetos de bancadas

Uma bancada de madeira pode assumir diversas formas e tamanhos para atender às necessidades do seu projeto. (Foto: pinterest.com)

Aberturas de pia e torneira em bancada

Em uma bancada de cozinha, você pode precisar de abertura de torneira e para pia. O último passo pode ser cortar uma abertura para uma pia e torneira. Usando o modelo de pia do fabricante, delineie a posição da pia e corte ao longo da linha usando uma serra tico tico para o corte bruto. Seja uma pia de encaixe superior ou inferior, é importante que a medida seja feita corretamente pois em ambos os casos, o buraco será menor do que a parte superior da abertura. Use uma placa de madeira de sacrifício para fazer marcações se a pia não vier com medidas prontas.

Posicione e prenda cuidadosamente sua guia na bancada antes de fazer o corte. Garanta que todas as distâncias estão de acordo. Utilizando uma tupia, passe ao longo da sua marcação removendo de pouco em pouco as bordas. Leve o seu tempo para remover lentamente o material com incrementos pequenos para arredondar as bordas.

Finalizando a bancada de madeira

O acabamento de óleo é à prova d’água e resistente ao calor, além de seguro para os alimentos e suportará facilmente o uso diário em bancadas de cozinha. É importante terminar os dois lados. Aplique pelo menos quatro camadas no topo e três camadas no lado inferior. Para um acabamento impecável, faça um leve lixamento antes de aplicar a camada final com a última lixa usada na bancada (220, no nosso exemplo). Você pode usar outros acabamentos, se preferir.

Tome as medidas necessárias para permitir o movimento sazonal quando chega a hora de instalar a bancada. Uma bancada padrão poderia mover até 1 cm sazonalmente. Para acomodar isso, uma arruela superdimensionada pode ser usada na parte inferior para permitir o movimento na hora de encaixar a bancada em um parafuso ou encaixe.

Não se esqueça de guardar suas ferramentas ao finalizar esse projeto.

A madeira é atemporal, inspiradora e reconfortante para ter ao nosso redor diariamente.

E aí, fizeram suas bancadas? Qual foi o resultado?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)