Os smartphones estão consumindo nossos dias e nosso tempo, e as evidências de como essas tecnologias estão consumindo nossas vidas estão nas descobertas das mais recentes pesquisas sobre os nossos hábitos de uso de celulares.

Tempo que o brasileiro passa na internet nos celulares

A pesquisa descobriu que os usuários médios de smartphones no Brasil olham para o telefone uma vez a cada 10 minutos, o que dá aproximadamente 85 vezes por dia. A média de tempo entre todos os grupos pesquisados foi de 3 horas e 14 minutos usando o celular por dia. Ao considerar apenas os jovens nascidos a partir dos anos 2000, a média de tempo conectado a um celular é de 4 horas por dia.

Igualmente interessante é a disparidade entre o uso percebido das pessoas e a atividade real no uso do celular. Em outra pesquisa, realizada no exterior, foi comprovado que o uso percebido do celular era muitas vezes muito menor do que seu uso real, ou seja: as pessoas usam os smartphones cada vez mais, e não percebem quanto tempo estão gastando nas telas desses dispositivos.

Uso do celular pelos brasileiros

Com o advento dos smartphones, mais brasileiros estão se conectando à internet. porém, ao mesmo tempo, os brasileiros tem passado tanto tempo nas telas desses dispositivos que pode começar a fazer mais mal do que bem. (Foto: BusinessNewsDaily)

Como o brasileiro está usando seus smartphones?

89% dos brasileiros usam celulares para fazer chamadas, 87% usam para navegar na internet, 85% usam para acessar emails e 71% usam para mecanismos de buscas. 83% dos usuários fazem o download de novos programas e 34% contam com até dez apps em seus aparelhos, com uma média de 8 apps por aparelho individual.

Quanto tempo o brasileiro passa nas redes sociais?

Dentre os aplicativos que os brasileiros mais usam, é claro que a liderança absoluta está entre os aplicativos de redes sociais. São cerca de 4 horas diárias, em média, gastas nas redes sociais. Para se ter uma ideia, Rússia e Argentina ficaram atrás dos brasileiros nessa mesma pesquisa, em um ranking onde EUA, Japão, e Alemanha ficaram nas últimas colocações. Só perdemos em tempo de acesso para as Filipinas e Tailândia.

Tempo gasto na internet ainda é mais para diversão

O brasileiro já gasta mais tempo na internet e nos celulares do que na frente da televisão. Isso é um fato. Só que a maior parte do tempo gasto no celular e na internet é em atividades não muito produtivas. A grande maioria das pessoas que tem um smartphone usa seus aparelhos para realizar chamadas, trocas de mensagens, tirar fotos, ouvir músicas, jogos, assistir a vídeos e claro, acessar redes sociais. Ainda é pequena a porcentagem de pessoas que usa os smartphones e celulares como ferramentas de trabalho para busca de informações, suporte a decisões, uso de mapas e para a educação online, apesar de todos esses usos estarem crescendo nos últimos anos, com uma tendência de ainda mais crescimento futuro.

Mas o que eu posso fazer com essas informações?

A primeira coisa a fazer é analisar o seu próprio tempo de uso do celular. Há aplicativos que podem te ajudar a monitorar como você gasta seu tempo nesses dispositivos, te educando sobre um uso mais saudável desse dispositivo, além de mais produtivo. Você pode usar um smartphone para os mais diversos fins, e esses usos vão muito além das redes sociais nas quais você provavelmente está viciado.

Em segundo lugar, você deve usar esses hábitos de acesso a celulares na sua profissão. Como assim? Suponha que você seja um empresário. Ao saber que mais pessoas acessam o celular e redes sociais do que assistem à TV, você pode desenvolver uma estratégia de marketing e publicidade voltada para esse público, atingindo muito mais clientes potenciais do que atingiria em propagandas tradicionais. No trabalho, pode ser também importante entender os hábitos de funcionários e colegas de trabalho para propor soluções em questões de queda de produtividade devido ao uso exagerado de smartphones, por exemplo.

E você? O que vai fazer com essas informações? Como você usa seu celular hoje em dia?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)