Mesmo os mais recentes aparelhos eletrônicos vendidos hoje dependem fortemente de tecnologias que já existem décadas. E nem estamos falando de invenções fundamentais como os transistores. Na verdade, mesmo as tecnologias mais antigas estão em constante evolução. Vamos ver tecnologias antigas que ainda são amplamente utilizadas nos dias de hoje.

Tecnologias antigas e atuais: Cartões SIM

O pequeno cartão inteligente que recebemos de nossas operadoras de celular é chamado de Módulo de Identificação de Assinante (Subscriber Identification Module – SIM) e é usado para identificar clientes na maioria das redes celulares em todo o mundo. E é uma tecnologia que foi criada em 1991, quando a internet ainda nem sonhava em ser o fenômeno de hoje, quiça pensaríamos em pacotes de dados para nossos celulares. Em breve, haverá mais cartões SIM na Terra do que pessoas do mundo. Isso é porque agora estamos equipando milhões de dispositivos diferentes com cartões SIM para que eles possam ser conectados à diferentes redes. São carros conectados, câmeras de segurança, entre muitos outros dispositivos.

Com certeza, os cartões SIM evoluíram desde então, adicionando memória e recursos, ao mesmo tempo que reduziram o tamanho para micro e nano-SIMs, mas eles ainda se parecem muito com seus antepassados ​​dos anos 90.

Tecnologias antigas ainda usadas

Telefones fixos estão caindo em desuso, mas muitas das tecnologias telefônicas antigas ainda são usadas hoje. (Foto: YouTube)

Tecnologias que mudaram o mundo e ainda são usadas: bateria íons-lítio

Essas baterias estão por todo o mercado, espalhadas nos mais diversos dispositivos. E até hoje, não são tão seguras. É só lembrar dos casos de smartphones explodindo por aí. Mas não podemos negar que é uma tecnologia que está muito presente nas nossas vidas, e que também é bem antiga. A ideia das baterias de íon de lítio foi descrita no início de 1976, mas a primeira implementação comercial chegou mais tarde, em 1991.

Enquanto as baterias íons-lítio continuam melhorando constantemente, atualmente elas ainda estão cheias de problemas. O seu rendimento de energia deixa muito a desejar, especialmente devido ao crescente número de dispositivos que exigem cada vez mais energia para funcionar. Ainda assim, ainda estamos longe para outros tipos de baterias entrarem em produção em massa e assumir o lugar das baterias de íons-lítio

Tecnologias antigas e atuais: telas de cristal líquido (LCD)

As telas de cristal líquido (LCDs) existem há décadas, com os primeiros desenvolvimentos vindos da década de 1960. Foram mais de 30 anos para que a indústria se aproximasse das tecnologias semelhantes as usadas ​​nos dias de hoje.

A grande maioria dos dispositivos atuais ainda usa telas com base na tecnologia usada no primeiro protótipo colorido da Sharp, em 1988. Hoje, as telas de LCD dominam o mercado, apesar de outras tecnologias estarem ganhando espaço, como a OLED. Talvez, em um futuro, não veremos mais telas de LCD, mas esse dia ainda está longe.

Tecnologias antigas ainda usadas hoje: memória flash

É difícil imaginar o mundo moderno sem essa invenção de 1984. A versão comercial surgiu apenas em 1987, fabricada pela Toshiba. Porém, a memória flash mudou radicalmente a maneira como armazenamos informações. Usamos módulos de memória flash em laptops, smartphones, cartões de memória, pen drives e dezenas de outros dispositivos. E mesmo que os princípios por trás da invenção sejam antigos, a densidade que uma memória flash pode armazenar aumentou exponencialmente, enquanto o preço caiu cada vez mais, e tendem a continuar caindo.

Tecnologias antigas ainda usadas: telas sensíveis ao toque

Pensou que as telas sensíveis ao toque foram uma invenção da Apple? Engano seu. Apesar da empresa ter sido a grande responsável pela popularização das telas sensíveis ao toque, a primeira tela usando a tecnologia foi inventada em 1960, e em 1973 já havia pessoas usando a tecnologia. Porém, foi em 2007, com as capacidades multitoque do iPhone, que a tecnologia deslanchou e caiu no gosto do povo. A tecnologia evoluiu muito nesses anos, tornando as telas capazes até de serem usadas com luvas, ou detectarem diferentes tipos de toque. Cada vez mais dispositivos usam essa tecnologia, melhorando a interface para o usuário.

Quais outras tecnologias antigas você conhece e que ainda são usadas hoje?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)