A adoção de novas tecnologias acontecem ao nosso redor o tempo todo. Mas como ela acontece? O que facilita ou dificulta essa adoção? A adoção de novas tecnologias é importante porque através delas somos permitidos a participar de um mundo que está em rápida mudança, onde a tecnologia se tornou central para a vida de todos. Indivíduos que não se adaptam ou não podem adotar novas tecnologias limitarão cada vez mais a sua capacidade de participar plenamente dos benefícios financeiros e da conveniência associados à tecnologia.

Entender os fatores que influenciam a adoção da tecnologia nos ajuda a prever e gerenciar quem adota, quando e em que condições essas novas ferramentas passam a fazer parte de nossas vidas. Armados com estas informações, podemos avaliar onde as pessoas estão no processo de adoção e apoiá-los enquanto elas passam da aceitação da tecnologia para o uso delas.

Impacto das novas tecnologias nas organizações e no nosso dia a dia: como ocorre a adoção?

Infelizmente não há uma definição clara de como ocorre a adoção de tecnologias, em grande parte devido à enorme variabilidade nos tipos de tecnologia e circunstâncias sob as quais as pessoas as adotam. Para algumas pessoas a adoção de tecnologia é sinônimo do uso de computadores, smartphones, tablets e da internet. Mas as pessoas adotam uma ampla gama de tecnologias que não são baseadas em computadores. Dispositivos como câmeras digitais, GPS em carros, caixas eletrônicos e dispositivos de automedicação são algumas das formas de tecnologia amplamente disponíveis para os consumidores.

As pessoas também adotam tecnologia em condições muito diferentes. Eles compram computadores e câmeras digitais, mas tem receios ema usar serviços bancários online. O uso de robótica e sistemas de telecomunicações pode ou não ser necessário no local de trabalho, enquanto o uso de caixas eletrônicos para bancos e máquinas automáticas para comprar ingressos em cinemas é opcional. Alguns dispositivos médicos só podem ser usados ocasionalmente, devido aos altos custos, enquanto dispositivos GPS e outros sistemas estão ficando cada vez mais baratos e se tornando padrão em todos os veículos.

Fatores que influenciam a adoção de novas tecnologias: os usuários

Nem as tecnologias, nem seus usuários são criados iguais. Por exemplo, para quem trabalha em um call center é exigido uma mudança na maneira como eles realizam tarefas de rotina, mas não exige novas habilidades ou mudanças drásticas no comportamento atual, pois envolve muitas coisas que a pessoa já sabe previamente. Isso está em contraste direto com novas habilidades e conhecimentos necessários para passar das compras tradicionais para compras online usando um computador e a internet.

Os usuários de novas tecnologias diferem amplamente em suas atitudes em relação à tecnologia e às suas habilidades, que vão desde adotantes precoces que vão dominar mesmo as tecnologias mais difíceis até pessoas que nunca irão adotar as novas tecnologias.

Como ocorre a adoção de novas tecnologias

A adoção de novas tecnologias é um processo dinâmico, mas que não ocorre linearmente e nem de igual maneira entre todos os indivíduos que estão adotando as novas tecnologias. (Foto: Storify)

Adoção de novas tecnologias: as etapas de adoção

A adoção da tecnologia é um processo que começa com a consciência sobre a nova tecnologia e progride através de uma série de etapas que terminam no uso apropriado e eficaz dela. Especialistas geralmente dividem a adoção da tecnologia como um processo de 5 etapas:

  1. Conscientização: potenciais utilizadores aprendem o suficiente sobre a tecnologia e os seus benefícios para decidir se querem ir mais a fundo em seu uso
  2. Avaliação: potenciais utilizadores avaliam a utilidade e a usabilidade da tecnologia e a facilidade ou dificuldade de usá-la no dia a dia.
  3. Aceitação: potenciais utilizadores decidem adquirir e utilizar a tecnologia, ou decidem não adotá-la.
  4. Aprendizagem: usuários desenvolvem as habilidades e conhecimentos necessários para usar a tecnologia de forma eficaz
  5. Uso: usuários demonstram o uso apropriado e efetivo da tecnologia

Pessoas diferentes se movem através destas 5 etapas em velocidades diferentes. Algumas pessoas combinam todos os passos em um só, enquanto outras nunca passam dos estágios iniciais.

Mas por que pode ser difícil a adoção de uma nova tecnologia?

As pessoas usam critérios de aceitação muito diferentes na decisão de usar ou não uma tecnologia, com os primeiros adotantes estando sempre mais dispostos a investir tempo e energia para descobrir como usá-las, e os adotantes tardios que exigem maior simplicidade, facilidade de uso e suporte para o uso das tecnologias. Organizações que introduzem tecnologia para uso interno tem a vantagem de serem capazes de exigir o uso por seus funcionários e fornecer treinamento e suporte no uso das novas tecnologias.

Já organizações que introduzem tecnologias de consumo ou de autoatendimento enfrentam desafios diferentes. Elas precisam encontrar formas de influenciar um grande número de pessoas sobre as quais não tem controle direto se quiserem maximizar o número de pessoas que usam sua tecnologia. E influenciar as pessoas que não tem as habilidades, conhecimento, autoconfiança ou atitude positiva em relação à tecnologia para adotá-la por conta própria exigem mais do que um marketing forte e programas de incentivo à adoção das tecnologias.

Adoção de novas tecnologias e seus desafios

Cada tecnologia passa por um ciclo de adoção que vai desde os entusiastas ate as pessoas que nunca a adotarão. Cada tecnologia tem um potencial de mercado com base no número total de pessoas que estão dispostas e são capazes de adotá-las.

A taxa de adoção diminui conforme você passa pelo ciclo de adoção porque as pessoas estão menos dispostas e, em muitos casos, menos capazes de adotar as novas tecnologias. A capacidade de distinguir os potenciais adotantes com base na capacidade de adotar tecnologias é fundamental para fazer investimentos oportunos e rentáveis em marketing e fornecer suporte à base de usuários. A captação de um grande número de usuários, particularmente para as tecnologias de autoatendimento e de consumo (incluindo aqui aplicativos, smartphones, tablets, e outros eletrônicos), requer um investimento que lhes permita fazer a adoção sem muita dificuldade

Como ocorre a adoção de novas tecnologias

Na imagem, a curva de adoção de novas tecnologias. Geralmente os que tem mais facilidade em adotar novas tecnologias estão na parte mais à esquerda da curva, enquanto os que tem mais dificuldade ou são mais resistentes estão na parte direita da curva. (Foto: Blog do Nei)

Resumo dos fatores que dificultam ou facilitam a adoção de novas tecnologias

Alguns fatores influenciam mais do que outros no uso e adoção de novas tecnologias. A facilidade de uso é um dos mais importantes, pois novas tecnologias fáceis de aprender e de usar no dia a dia são adotadas com menos resistência pelos indivíduos. A praticidade da nova tecnologia também é importante. Se ela resolve um problema existente ou torna mais eficiente um processo, as pessoas tem uma tendência maior a adotar a nova tecnologia. Finalmente, temos o custo da nova tecnologia. As de menor custo são mais facilmente adotadas pelas pessoas, enquanto as de altos custos tem mais dificuldade em serem adotadas.

Durante o processo de adoção, influenciam muito no uso das novas tecnologias principalmente o suporte e o treinamento que está sendo dado para quem usa a nova tecnologia. Baixo suporte ou uma tecnologia que não tem um treinamento natural, automático, podem significar o fracasso até mesmo na adoção de uma tecnologia barata, prática, e de fácil uso. O processo tem de ser contante, monitorado, e evoluído juntamente com os usuários da tecnologia.

Quais novas tecnologias você adotou na sua vida com mais facilidade? Quais foram mais difíceis de adotar? Como você faz para aprender o uso de novas tecnologias?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)