Embora existam diversos benefícios da facilidade de acesso à tecnologia, ainda há riscos grandes, principalmente para as crianças, no uso das tecnologias. Podemos explicar a tecnologia com uma analogia culinária: se comemos demais, acabamos com uma dor de barriga mesmo se a comida que comemos for boa para nossa saúde. Dirigir um carro pode ser muito prático, se dirigimos com responsabilidade e não como loucos no volante, pois isso pode trazer sérios riscos à segurança de todos os ocupantes do veículo e todos ao redor.

Então, assim como ensinar a comer com moderação ou dirigir com segurança, as crianças precisam de apoio e orientação para entender como usar a tecnologia de maneiras saudáveis ​​e positivas.

Infância e tecnologia: os perigos do exagero

Alguns dos riscos associados à tecnologia aumentam exponencialmente com a exposição dos pequenos às tecnologias. Isto é, quanto mais eles usarem as tecnologias, maiores serão os riscos deles sofrerem um impacto negativo em suas vidas.

Os riscos da tecnologia incluem:

Cyberbullying, que é a prática abusiva na internet. Pode ser o seu filho praticando ou recebendo o bullying.

Sexting, que é a troca de mensagens eróticas entre crianças ou entre os pequenos e adultos, que podem ter interesse em abusar das crianças.

Crianças podem ser vítimas de assédio ou de outros adultos que podem tentar abusar delas.

Crianças podem participar de comunidades online que não dão segurança a elas.

Os pequenos podem acabar compartilhando informações pessoais, fotos ou vídeos impróprios, ameaçando sua própria segurança e deu seus familiares.

Encontrando e pesquisando materiais impróprios para crianças.

Golpes como scam, phishing, entre outros golpes online.

Exposição a jogos online violentos.

Dependência tecnológica.

Sedentarismo.

Não deixe esta lista intimidar você. Suas preocupações são parte da criação das crianças, e estão nas listas de preocupações da maioria dos outros pais. Esses riscos são gerenciáveis ​​com as informações e habilidades corretas. Além disso, você já está tomando algumas medidas de ação muito positiva lendo os riscos que as crianças correm ao se exporem demais às tecnologias.

Riscos do mundo da tecnologia para crianças

O uso de novas tecnologias por crianças envolve vários riscos gerenciáveis, aos quais os pais devem lidar para evitar que os riscos se tornem uma realidade. (Foto: Disqus)

Influência da tecnologia na infância

Embora existam inúmeras coisas positivas a serem ditas sobre as crianças usando a tecnologia, há um grande número de desvantagens envolvidas no uso de tecnologias pelas crianças. Estas variam de grandes problemas para pequenos problemas, mas todos são de igual importância na educação infantil.

A tecnologia tem uma enorme influência na educação e com isso, as crianças estão se tornando mais dependentes da tecnologia e tornando-se preguiçosas. Nos dias de hoje, para trabalhos escolares e projetos, as crianças estão recebendo toda a sua informação a partir de computadores. Embora a Internet esteja correta na maior parte do tempo, há também um monte de informações falsas na internet. Isso também expõe a ideia de que as crianças estão se afastando da velha e tradicional forma de estudar, que não é só mais bem sucedida, como também é mais saudável para a mente das crianças.

Até que ponto a tecnologia faz mal na infância?

Desde pequenos, a saúde e exercícios são vitais para as crianças. No entanto, com um aumento no uso de tecnologia em crianças, pode-se notar que mais tempo elas gastam usando os apetrechos, ou seja, mais tempo nas telas, e diminuem o tempo gasto realizando atividades físicas. Isso tem uma enorme influência sobre a saúde e bem-estar de uma criança, e significa que eles não estão praticando a quantidade de exercício que deveriam.

Geração digital: riscos das novas tecnologias para a criatividade

Uma grande parte do desenvolvimento das crianças está na criatividade. O instinto criativo de uma criança pode ser grandemente reduzido com a tecnologia. No passado, as crianças usavam sua imaginação para desenvolver a criatividade. No entanto, agora com a ajuda da internet, as crianças conseguem ver de tudo, sem a necessidade de usar suas mentes criativas em plena capacidade.

As ameaças da tecnologia à infância: a socialização

As crianças de hoje estão começando a perder contato com suas habilidades sociais. Uma razão enorme para isso é a tecnologia. A maioria das crianças hoje tem algum videogame ou dispositivos eletrônicos que tomam conta de suas vidas. É importante para as crianças interagirem fisicamente com outras pessoas desde pequenos, mas a tecnologia está interferindo com isso e causando uma série de problemas secundários como resultado, como problemas no desenvolvimento de habilidades sociais.

Tecnologia como videogames e consoles e dispositivos que são projetados para divertir as pessoas, mas podem acabar por isolá-las também. Isso também leva a habilidades sociais prejudicadas, além de problemas de saúde para as crianças enquanto elas crescem.

Outro problema muito perceptível nas crianças hoje por conta das tecnologias é na boa educação. Hoje em dia as crianças colocam suas cabeças presas em qualquer dispositivo que possam ter, quer seja um console portátil, tablet ou smartphone. Hoje em dia que as famílias tem dificuldade para tirar seus filhos da frente de um console de jogos ou televisor, especialmente quando há visitantes.

Há muitos riscos que acompanham as crianças que estão usando as tecnologias modernas. Esses problemas só vai piorar no futuro, com mais tecnologias fazendo parte do nosso dia a dia. É papel dos pais estarem cientes desses riscos para aprender como limitar e controlar o acesso de seus filhos a essas tecnologias, protegendo as crianças de possíveis riscos que possam prejudicar seu desenvolvimento.

Quais riscos você já conhecia da tecnologia na infância? O que você faz para afastar as crianças desses riscos?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)