A educação na Suíça não é apenas pouco convencional em comparação com muitas outras nações, mas também é compulsória. Com uma grande variedade de escolas, desde escolas suíças locais a escolas particulares, escolas bilíngues e escolas internacionais, os padrões educacionais são extremamente altos e, assim como a própria Suíça, são tudo menos chatos. Vamos conhecer um pouco mais desse sistema educacional.

Descentralização da educação na Suíça

O sistema educacional da Suíça é amplamente descentralizado. Existem 26 cantões, que são supervisionados pela Secretaria de Estado de Educação, Pesquisa e Inovação (SERI). No entanto, cada cantão cria e implementa seus próprios padrões, o que pode ser prejudicial para as famílias que se deslocam de uma região da nação para outra. Porém, é essa mesma descentralização que possibilita a adaptação da educação para as necessidades de diferentes regiões.

A qualidade nas escolas na Suíça

A Suíça geralmente está entre os 10 primeiros países entre 65 países e economias em exames da OCDE / PISA sobre padrões educacionais entre jovens de 15 anos. A maioria das escolas locais e internacionais é gratuita, mas ainda existe à custa dos pais que pagam impostos extremamente altos. A educação na Suíça é obrigatória, então não há como os pais evitarem pagar esses impostos.

Escolaridade e obrigatoriedade da educação na Suíça

A escolaridade obrigatória dura de 9 a 11 anos, com algumas crianças iniciando a escolaridade obrigatória aos quatro anos de idade e outras com seis anos, até os 15 anos de idade.

Como a maioria dos alunos é educada em escolas públicas, eles estarão aprendendo em um ambiente que é rico em uma variedade de culturas, incluindo variações nas origens linguísticas.

Educação na Suíça

Conheça a educação na Suíça e veja os ensinamentos que esse país pode dar para a educação de outros países no mundo. (Foto: Academic Courses)

Ano letivo e horários de escolas na Suíça

Como muitas universidades nos EUA, o ano letivo da Suíça começa convencionalmente entre agosto e setembro e continuará por dois períodos de 12 semanas de cada vez.

No entanto, os horários em que as escolas operam podem ser um pouco estressantes para os pais que trabalham. Os alunos mais jovens normalmente frequentam a escola de manhã com uma pausa à tarde, o que pode ser potencialmente problemático para muitos pais. Muitas escolas oferecem almoços supervisionados e depois da escola para aliviar esses inconvenientes.

Estrutura da educação na Suíça

A estrutura do sistema suíço começa com o ensino primário (uma espécie de jardim de infância), depois um ensino secundário inferior seguido por um ensino secundário superior, que pode até incluir formação profissional. O nível mais alto, educação de nível superior, é nível universitário ou ensino superior.

A educação em casa é incomum na Suíça. De fato, as leis que o abordam variam de cantão a cantão e, em alguns cantões, são consideradas ilegais.

Necessidades especiais na educação na Suíça

Mais notavelmente, crianças e jovens adolescentes com necessidades educacionais especiais têm direito à educação e apoio de especialistas desde o nascimento até o 20º aniversário. As crianças são avaliadas por agências especializadas do seu cantão e recebem apoio através da escola, que também é principalmente gratuita, embora alguns casos especiais possam variar.

A educação na Suíça existe para fornecer educação para todos, independentemente de sua origem ou deficiência, uma visão que incorpora o Objetivo Global número quatro estabelecido pela ONU para eliminar a pobreza extrema.

O que mais vocês conhecem sobre a educação na Suíça?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)