Quando se trata de educação, os finlandeses sabem o que estão fazendo. O país escandinavo tem um dos melhores sistemas educacionais do mundo. Então, qual é o segredo da Finlândia? É simples: mais tempo para os estudos e menos para o trabalho. Vamos ver alguns elementos que fazem da educação uma das melhores do mundo.

Finlândia: na melhor educação do mundo, crianças começam a estudar apenas com 7 anos

Antes da escola formal, as crianças frequentam a creche onde a ênfase é colocada na brincadeira criativa. Há também um forte foco no ensino de habilidades sociais das crianças e na promoção de seu amor pela aprendizagem. O jardim de infância na Finlândia não se concentra em preparar crianças para a escola academicamente. Em vez disso, o objetivo principal é garantir que as crianças sejam pessoas felizes e responsáveis.

O currículo escolar da Finlândia tem um primeiro dia só de jogos e brincadeiras

Em vez de saltar direto para os planos de aula, escolas finlandesas gostam de manter as coisas claras no primeiro dia com jogos, exercícios e discussões sobre as férias de verão. Alguns professores até dão a seus alunos meio dia de folga. A ideia é facilitar os alunos e os professores de volta à rotina da escola e fazer a transição o quão livre de estresse quanto for possível.

Escolas da Finlândia não possuem matérias

A Finlândia deixou as matérias de lado a favor de um novo método conhecido de ensinar por fenômenos. Isso significa que os professores se concentram em tópicos interdisciplinares para que os alunos possam combinar habilidades diferentes em uma lição, como aprender a geografia em francês. A Finlândia vem experimentando esse método de ensino desde a década de 1980, antes de adotar a metodologia por completo.

Educação na Finlândia

A Finlândia tem uma das melhores educações do mundo, e muitos países vem tentando copiar esse sistema para melhorar o desempenho educacional de suas escolas. (Foto: News.com.au(

Dias escolares mais curtos na Finlândia

A Finlândia tem um dos dias escolares mais curtos do mundo, com uma média de cerca de cinco horas. As crianças também recebem muito pouca tarefa de casa para que elas tenham mais tempo para brincar com seus pares. Os estudantes finlandeses passaram 2,8 horas por semana a fazer o dever de casa, em comparação com 6,1 horas que os estudantes de outros países passam.

Os alunos recebem uma pausa de 15 minutos a cada 45 minutos de aula

Esta é uma lei na Finlândia. O país escandinavo acredita firmemente na aprendizagem e aprendizagem independentes através das brincadeiras. Os intervalos entre as aulas permitem que as crianças interajam e descansem o suficiente para começar a próxima aula.

Não existem testes padronizados na Finlândia

Os alunos só são testados para que os professores possam ver o que eles conhecem. No entanto, as crianças são obrigadas a fazer um exame para se formar no ensino médio e entrar na universidade. A redução na quantidade de testes reduz a ansiedade das crianças, dando mais espaço para elas se preocuparem em se divertirem e realmente aprender algo.

Os professores são tão reverenciados quanto os médicos na Finlândia

Os professores finlandeses são altamente respeitados e o renome deles é comparável ao dos médicos. Apenas um em cada 10 alunos que se candidatam a programas de professores são aceitos. É um processo onde apenas os melhores são escolhidos para a carreia de professor, garantindo ainda mais a excelência do sistema educacional finlandês.

O que vocês tem a dizer da educação finlandesa? Não é o máximo? Conhece mais algo que não colocamos aqui nesse artigo? Deixe seus comentários sobre a educação finlandesa nos comentários abaixo!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)