Computadores e sistemas de informação são partes essenciais de todos os negócios hoje em dia. Seja no setor de contabilidade ou setor legal, toda empresa precisa investir em tecnologia para competir. A tecnologia é tanto um custo de fazer negócios quanto uma oportunidade de fazer mais negócios. A maioria das pessoas com quem falo reconhece a necessidade de ter um computador, um endereço de e-mail e um site, mas ainda olha para o custo inicial mais do que outras questões.

Por que investir em TI?

Quais são os benefícios da tecnologia para um negócio? Existem muitos, mas a maioria se enquadra em algumas categorias:

  • Alcançar mais clientes em potencial, desenvolver um relacionamento comercial com clientes em potencial
  • Simplificar as operações, reduzir os custos, melhorar a eficiência, maximizar o lucro, minimizar o desperdício, dedicar o talento aos negócios principais em vez de despesas gerais
  • Fornecer melhor serviço aos clientes
  • Apoiar melhores relacionamentos com os principais parceiros
  • Permitir que os clientes orientem melhor o negócio

A primeira pergunta que as empresas devem fazer antes de gastar algum dinheiro ou tempo em tecnologia é “por que estou fazendo isso?”. Se não há um benefício essencial para o negócio a ser obtido, por que fazê-lo em primeiro lugar?

Quanto investir em TI?

As empresas estabelecidas fora do setor de tecnologia normalmente gastam entre 0,5% e 10% de sua receita anual em gastos com tecnologia, dependendo principalmente do setor. A manufatura e o varejo estão tipicamente no limite inferior dessa faixa, enquanto as finanças e os serviços de saúde são tipicamente de alta qualidade.

Se você está no limite inferior de gastos com tecnologia para o seu setor, pode estar perdendo alguns dos principais benefícios que a tecnologia pode oferecer. Se você está no limite, pode estar gastando mais do que precisa em soluções proprietárias, ou pode estar liderando sua indústria com algum investimento estratégico.

O que considerar ao investir em tecnologia da informação?

Quais custos você precisa considerar como parte de seu orçamento de tecnologia? Estes dividem-se em várias categorias:

  • Custo inicial: hardware, software e treinamento
  • Custos contínuos: manutenção de sistemas, incluindo licenças para software proprietário, hospedagem e suporte
  • Custo de atualização: custo de atualizações e expectativa de vida útil dos sistemas/frequência de atualizações
  • Proposta de valor: quanto tempo do funcionário o sistema economizará? Quanto novos negócios o sistema poderá gerar?
  • Custo de oportunidade: quanta receita potencial é perdida por não implementar um sistema? O que seus concorrentes estão fazendo nessa área?
  • Risco: quais são os riscos de um sistema específico? Quanto custa mitigar esses riscos?
Tecnologia da informação

A tecnologia da informação auxilia no uso das informações e da tecnologia para se conseguir obter melhores respostas e resultados. (Foto: Inteqna)

Onde investir em TI?

Você deve gastar a maior parte do seu orçamento de tecnologia em infraestrutura, aplicativos hospedados, aplicativos de linha de negócios personalizados ou o que? A resposta para isso depende muito do seu setor, mas ainda mais do seu negócio específico. Geralmente, a maioria das empresas gasta cerca de metade de seu orçamento de tecnologia em infraestrutura, como computadores, equipamentos de rede e provedores de serviços de Internet (ISPs). À medida que o mundo se movimenta mais e mais online, e o software de código aberto se torna mais atraente, há grandes oportunidades de economia nessas áreas, para empresas que podem aproveitá-las.

Quando investir na tecnologia da informação?

Há uma linha tênue entre muito e não o suficiente. Gastar muito em tecnologia, e vai consumir seu tempo e orçamento, deixando você mal preparado para fazer qualquer outra coisa em seu negócio. Gaste muito pouco e sua concorrência pode melhorar seus negócios a ponto de você não poder competir.

Você precisa implementar tecnologia suficiente para ver um benefício real, evitar os piores desastres e não perder nenhuma oportunidade importante, sem gastar mais do que pode suportar.

A tecnologia tem um custo não apenas em reais, mas também no tempo que você e seus funcionários precisam gastar adaptando-se a ela. Morda um pedaço grande demais e a tecnologia se torna contraproducente. Quase sempre, pedaços pequenos, incrementais e contínuos são a melhor maneira de levar a tecnologia ao seu negócio do que os grandes sistemas tudo ou nada, que prometem fazer tudo imediatamente.

Quem deve ajudar nos investimentos em TI?

Finalmente, você precisa decidir quem o ajudará a implementar a tecnologia no seu negócio. Você vai fazer isso sozinho? Você compra um produto de prateleira? Você usa software gratuito? Você contrata um programador para criar um sistema personalizado? Você usa um sistema hospedado? Você contrata um consultor para ajudar?

Obviamente, como consultor de código aberto, acho que a resposta costuma ser contratar um bom consultor para ajudá-lo a usar o máximo de software gratuito de qualidade possível na sua empresa. A utilização ou não de um sistema hospedado depende das suas necessidades comerciais específicas. Os produtos proprietários prontos para uso estão rapidamente se tornando o caminho menos favorável, mas ainda existem alguns nichos onde não há uma alternativa viável.

Muitas empresas estão presas em um nível tático, tentando ficar à frente no fluxo de caixa e na folha de pagamento, e não têm tempo para pensar em tecnologia de maneira estratégica. Mas um plano forte para a tecnologia deve fazer parte de todos os planos de negócios e ser reavaliado sempre que se olha para um negócio estratégico.

Se você precisar de ajuda para responder a essas perguntas em seu negócio, deixem suas dúvidas nos comentários e iremos fazer o possível para te ajudar a tomar as melhores decisões.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)