Para ajudar os consumidores a tomarem decisões informadas sobre os alimentos que comem, existe um profissional que é devidamente qualificado para essa tarefa. São os cientistas da tecnologia de alimentos. Com uma promissora carreira, esses profissionais são cada vez mais requisitados e procurados no mercado de trabalho. Mas o que, exatamente, eles fazem? Quais as funções dessa profissão? Vamos conhecer um pouco mais.

Ciência e tecnologia de alimentos

A ciência dos alimentos é o estudo da composição física, biológica e química dos alimentos; as causas da deterioração dos alimentos; e os conceitos subjacentes ao processamento de alimentos. Cientistas e tecnólogos de alimentos aplicam disciplinas científicas, incluindo química, engenharia, microbiologia e nutrição para o estudo de alimentos para melhorar a segurança, a nutrição, a salubridade e a disponibilidade de alimentos.

Dependendo da sua área de especialização, os cientistas de alimentos podem desenvolver maneiras de processar, preservar, embalar e / ou armazenar alimentos de acordo com as especificações e regulamentos do setor e do governo.

A tecnologia de alimentos é a aplicação da ciência alimentar à seleção, preservação, processamento, embalagem, distribuição e uso de alimentos seguros. Os campos relacionados incluem química analítica, biotecnologia, engenharia, nutrição, controle de qualidade e gerenciamento de segurança alimentar.

Carreira profissional

Em um país com uma grande produção de alimentos, a carreira de Ciência e Tecnologia nessa área é bem promissora. (Foto: Careerbilla.com)

Importância da tecnologia de alimentos

O processamento de alimentos é o tratamento de substâncias alimentares alterando suas propriedades para preservá-la, melhorar sua qualidade ou torná-la funcionalmente mais útil. Os processadores de alimentos tomam materiais crus de animais, vegetais, ou animais marinhos e os transformam em produtos comestíveis através da aplicação de mão-de-obra, máquinas, energia e conhecimento científico.

Os processos químicos, biológicos e mecânicos são usados ​​para converter materiais alimentares relativamente volumosos, perecíveis e tipicamente incompreensíveis em alimentos e bebidas estáveis, convenientes e saborosas.

O processamento de alimentos é uma das maiores indústrias de manufatura no Brasil, e está em constante crescimento. São milhões de lojas de varejo (restaurantes, supermercados e outros) que servem ou vendem alimentos diretamente aos consumidores, além do Brasil ser um dos maiores fornecedores de alimentos no mundo.

O trabalho da ciência e tecnologia de alimentos

Algumas das tarefas de um cientista da tecnologia de alimentos inclui:

Pesquisa de alimentos é o estudo cuidadoso, sistemático, e investigação e compilação de informações sobre alimentos e seus componentes.

A fabricação de alimentos é a produção em massa de produtos alimentares a partir de matérias-primas de animais e plantas, utilizando princípios de tecnologia alimentar.

O desenvolvimento de produtos é a criação de novos sabores, cores ou variedades de produtos existentes e / ou a criação de produtos totalmente novos.

Tanto a garantia de qualidade quanto o controle de qualidade envolvem o processo de garantir que os produtos sejam fabricados corretamente e que os ingredientes e os produtos acabados sejam testados e atendam às especificações de segurança e qualidade.

A regulamentação alimentar é o processo de determinação de padrões para produtos, definição de segurança e inspeção de produtos. Os regulamentos são estabelecidos pelos governos.

Ciência e Tecnologia de alimentos: curso

Os maiores especialistas em ciência e tecnologia de alimentos encontram oportunidades de carreira com empresas de processamento de alimentos, agências governamentais e instituições educacionais. Os tipos de posições disponíveis para os graduados em ciência e tecnologia de alimentos incluem desenvolvimento de produtos, garantia de qualidade, gerenciamento de fábricas de alimentos, pesquisa de alimentos, marketing e vendas de alimentos, educação e extensão. O currículo principal inclui um equilíbrio de cursos em ciência alimentar, ciências biológicas, ciências físicas, matemática, ciências sociais e humanas.

Os cursos de ciências alimentares incluem processamento de alimentos, engenharia de alimentos, análise de alimentos, química de alimentos, microbiologia alimentar, nutrição, garantia de qualidade e cursos de processamento de commodities. Este programa é projetado para permitir que o aluno desenvolva uma área de ênfase que se encaixa em seus objetivos profissionais, fornecendo horas técnicas eletivas escolhidas pelo aluno. Os alunos podem participar de um programa de estágio que ofereça emprego na indústria de alimentos.

Ciência e tecnologia de alimentos: salário

O salário varia de acordo com a região e o cargo do profissional. O salário inicial médio é de até 3 salários mínimos, com valores que podem aumentar dependendo do grau de especialização do profissional.

Gostou dessa carreira? Que tal começar um curso na área?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)