O nome transgênicos soa um pouco como algo vindo direto de um filme de ficção científica mas na realidade, muito do que comemos diariamente é vem de alimentos transgênicos. Se esses alimentos modificados são ou não realmente saudáveis ​​ainda é algo em debate e muitas vezes, você nem sabe que você está comprando algo geneticamente modificado. Mas o que são esses alimentos transgênicos?

Alimentos transgênicos no Brasil: o que são eles?

Somos um dos países que mais cultiva transgênicos no mundo. Afinal, somos uma potência mundial do agronegócio. Mas por que cultivamos alimentos transgênicos? Bem, por vários motivos.

Alimentos transgênicos são geneticamente modificados para obterem características que poderiam demorar anos, talvez décadas, para serem obtidas em um cultivo tradicional. São mudanças genéticas que vão desde fazer uma planta mais resistente a um certo tipo de clima até forçar com que a planta armazene mais de uma certa vitamina, enriquecendo-a com mais nutrientes. Há também mudanças genéticas para as plantas renderem mais frutos ou grãos, o que é um dos responsáveis direto pelos recordes de safras que o Brasil vem atingindo ano após ano. A modificação genética também não ocorre apenas com plantas. Vacas, por exemplo, podem receber hormônios geneticamente modificados para produzir mais leite.

Se por um lado os críticos dizem que essas mudanças podem trazer danos à saúde das pessoas, os defensores dos transgênicos afirmam que com esse desenvolvimento, é possível tornar alimentos mais acessíveis às pessoas mesmo nos lugares mais remotos e inférteis no mundo. Mas esse é um debate que ainda vai da muito pano pra manga nos próximos anos.

Mas seja você só um preocupado ou um curioso, vamos conhecer alguns dos exemplos de alimentos geneticamente modificados que são cultivados no Brasil.

Quais alimentos transgênicos são produzidos no Brasil: milho

Uma grande parcela do milho no mundo é geneticamente modificado. Mesmo mas de grãos saudáveis contém milho geneticamente modificado. Muitos produtores modificam o milho e a soja para que sejam resistentes a certos herbicidas usados para matar ervas daninhas. Em outros casos, o milho é modificado para render mais, principalmente nos EUA, onde o milho é também usado para fabricar o etanol.

(Foto: Grist)

Lista de alimentos transgênicos: soja

A soja é o alimento geneticamente modificado mais forte no país. Ela é modificada de várias formas: para que produza mais grãos, para produzir grãos mais ricos em ácidos graxos essenciais, para ser mais resistente a herbicidas e pesticidas, para se adaptar a diferentes climas com mais facilidade, e muito mais. É também um dos produtos do agronegócio onde estamos entre os líderes na produção e exportação.

Alimentos geneticamente modificados: leite

Combinações genéticas entre os mais perfeitos espécimes de bovinos não garantem que a produção de leite seja suficiente para suprir a demanda. Por isso, produtores utilizam de certos hormônios modificados geneticamente para aumentar a produção de leite das vacas. Em alguns lugares no mundo, o uso desses hormônios é proibido. Porém, no Brasil, o uso é permitido e amplamente aceito entre os produtores de leite.

Canola é um alimento geralmente transgênico

Canola é geneticamente modificada e a maioria dos cultivos dessa planta é de espécimes transgênicas. A planta é muito usada na fabricação de óleos vegetais como opção ao óleo de soja. É também usada na fabricação de biodiesel e na alimentação de animais.

Beterrabas transgênicas

Beterrabas são geneticamente modificadas principalmente para serem usadas na fabricação de açúcar como uma opção ao açúcar da cana. A porcentagem de plantações de beterraba transgênica não é tão grande quanto as plantações de soja ou canola, mas ainda assim, está crescendo o número de cultivadores que planta as beterrabas transgênicas.

Alimentos transgênicos: conclusão

A modificação transgênica dos alimentos traz diversos benefícios para os cultivadores e suas plantações. Pestes e doenças que contaminavam plantações inteiras estão sendo praticamente extintas. Os custos de produção e de venda dos alimentos está caindo consideravelmente. Mais pessoas podem comprar alimentos que outrora simplesmente seriam caros demais. Por exemplo, a produção mundial de cacau vem passando por sérios desafios nos últimos anos por conta de uma infecção fúngica que vem atingindo as plantas. Pesquisadores já vem desenvolvendo plantas geneticamente modificadas para serem mais resistentes a esses fungos, o que pode ajudar que o nosso querido chocolate não chegue a preços astronômicos nos próximos anos.

Os transgênicos são importantes na produção mundial mas, com certeza, e assim como qualquer tecnologia, devemos ficar de olho para o que essas modificações podem causar para nossa saúde.

Você conhecia os alimentos transgênicos? Quais deles já conhecia? O que você acha dos alimentos transgênicos?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)