Peça a um cientista de materiais para escolher o material mais forte, e é provável que você receba uma pergunta em vez de uma resposta. Que tipo de forte? Resistência à tração? Dureza? Força de rendimento? Quando se trata de materiais, não há uma definição única de força, mas sim maneiras de medir certas características. E cada material pode ser forte em alguns aspectos e fraco em outros. Se você construir uma ponte de vidro, ela pode ser capaz de suportar uma carga pesada, mas se um barco passar por baixo dela, ela pode se quebrar. Alguns materiais, no entanto, tem uma taxa relativamente alta em várias características fortes, como demonstra a amostragem abaixo.

Qual o material mais resistente do mundo: o diamante é um grande candidato

Inigualável em sua capacidade de resistir a ser riscado, esta pedra preciosa muito amada classifica o mais alto em termos de dureza. O diamante é uma cerâmica de ocorrência natural feita de átomos de carbono fortemente ligados em uma rede. É usado em brocas, lixas e serras para cortar, triturar e polir. Embora tenha o registro de dureza, o diamante não é duro e se você o esmagar com um martelo, ele se quebrará.

Grafeno pode ser o material mais forte do mundo

Composto de átomos de carbono, o grafeno é um primo nano do diamante que forma uma folha superfina com apenas um átomo de espessura. Isso pode soar ultra-delicado, mas a força necessária para quebrá-lo é muito alta, e maior do que a necessária para quebrar o aço. Por mais forte que seja este material feito pelo homem, é difícil fabricá-lo e ainda não pode ser produzido em massa. Enquanto isso, o grafeno está chamando atenção para outras características impressionantes, incluindo seu potencial em armazenamento de dados e energia.

Metal mais resistente do mundo: aço maraging

O aço maraging é um membro da família de aço super forte. É uma liga, uma mistura de metais, que é tratada termicamente, um processo que a torna muito dura e resistente. O aço maraging também tem a capacidade de suportar forças de tração ou tensão (resistência à tração). Pode absorver muita energia antes de se deformar. E mesmo quando fratura, não se romperá imediatamente (resistência à fratura). Finalmente, ele pode reter esses aspectos em temperaturas mais altas do que a maioria do aço, uma característica desejada para uso em motores de alto desempenho e outras aplicações aeroespaciais.

Materiais mais resistentes do mundo: Fibra Spectra

Plástico vem em todas as formas e tamanhos, mas em termos de força, o polietileno de alto desempenho leva o prêmio. Este plástico é feito de moléculas extremamente longas, estendidas lado a lado, que se unem muito firmemente. Produza essas moléculas em fibra e você terá a Spectra, um fio leve e resistente que pode suportar uma imensa quantidade de tensão, sendo cinco vezes mais forte que o aço em uma base peso a peso. Essas fibras podem ser usadas em tudo, desde coletes à prova de balas e armaduras, até equipamentos esportivos de alta tecnologia e lona de velas.

Materiais resistentes

Conheça os materiais mais fortes e veja como eles podem contribuir para um mundo melhor. (Foto: Stylus)

A seda de aranha é surpreendentemente um material ultrarresistente

Leves e resistentes, este biopolímero tem recebido muita atenção ultimamente devido à sua alta resistência à tração. Um fio de seda pode resistir mais a puxar antes de quebrar do que um fio da maioria dos tipos de aço. Também é bastante elástico. No centro das atenções, recentemente, esteve a recém-descoberta aranha de Madagascar, que constrói uma das maiores teias conhecidas. A seda dessa aranha é duas vezes mais forte que outras sedas de aranha, classificando-a entre materiais biológicos com a mais alta resistência à tração conhecidas.

Carbono e composto de carbono são materiais fortes

O que você ganha quando coloca fibras de carbono ultra-fortes dentro de uma matriz de carbono super forte? Um composto de carbono/carbono. Existem muitos tipos diferentes de tais compostos, e todos tem propriedades diferentes dependendo de como as fibras se encontram em relação à matriz. Mas os compostos de carbono/carbono em geral possuem uma grande quantidade de propriedades fortes. Eles podem resistir a uma imensa quantidade de tensão e podem absorver muita força antes de quebrar (resistência). E por serem leves, esses compostos são particularmente úteis para engenheiros aeroespaciais. Aviões de alto desempenho como o bombardeiro B-2 os utilizam, e também são encontrados na pele dos ônibus espaciais e nos cones de nariz dos mísseis balísticos intercontinentais.

Carboneto de silício como material resistente

Feita de silício e carbono, esta cerâmica é encontrada em meteoritos em pequenas quantidades. Felizmente, os fabricantes aqui na Terra também conseguiram produzi-lo comercialmente. Este material quase combina com o diamante em sua dureza, mas supera em sua dureza. Carboneto de silício é usado em ferramentas de moagem, lixa e discos de freio, para citar algumas aplicações. É também a base para a armadura para tanques de batalha, sendo uma armadura tão eficaz que nem um tanque britânico Challenger foi destruído na Operação Tempestade no Deserto.

Superligas à base de níquel como material resistente

Em engenharia, simplesmente ser forte à temperatura ambiente nem sempre é suficiente. Os materiais precisam ser capazes de resistir a situações extremas. O calor elevado é uma circunstância que as superligas à base de níquel podem suportar. Compostas por níquel, alumínio, titânio e uma sopa complexa de outros elementos, essas ligas metálicas são fortes e resistentes. Mas o mais importante é que elas retem essas qualidades fortes em temperaturas muito altas. Onde a maioria dos metais ou ligas perdem força em situações de alta temperatura, as superligas à base de níquel não são afetadas até chegarem perto de seu ponto de fusão, o que as torna o material perfeito para pás de turbinas e discos para motores a jato.

Quais materiais ultrarresistentes vocês conhecem? Quais vocês já viram no seu dia a dia?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)