O Kevlar é muito conhecido por aparecer como um material quase que indestrutível no marketing de vários produtos. São roupas, equipamentos de proteção individual, e até partes de carros feitas com Kevlar. Mas tanto se fala, e pouco se conhece sobre esse material.

Kevlar: o que é exatamente?

Essa é realmente uma pergunta muito interessante. Kevlar é, na verdade, um plástico super-forte inventado pela DuPont Chemical Company por uma mulher chamada Stephanie Kwolek. Revelar que o Kevlar é um plástico pode não soar impressionante, mas nem todos os plásticos são criados iguais. As ligações moleculares dentro do Kevlar são surpreendentemente fortes devido à forma como as moléculas são organizadas.

Kevlar: propriedades

Kevlar realmente começa como um líquido fino, aquoso, mas quando endurece, ele faz ligações químicas incrivelmente fortes. É preciso muita energia para fazer uma linha de Kevlar esticar. Há outros materiais semelhantes ao Kevlar, como plásticos baseados em polietileno, e que podem proporcionar resistência igual ou pelo menos semelhante em várias situações.

Tecido de Kevlar

O tecido de Kevlar não é só aplicável em coletes à prova de bala. Roupas podem se beneficiar do uso do Kevlar para torná-las mais resistentes, com linhas feitas do material para costuras reforçadas, por exemplo. (Foto: Easy Composites)

Kevlar: material para fazer o tecido

Os fios de Kevlar são então entrelaçados em um fio que se parece com cabo ou corda. Esse cabo é tão forte que encontra usos em muitas indústrias, incluindo a fabricação de tecidos utilizados em painéis à prova de balas. A coda de Kevlar não é apenas resistente à impactos, é também resistente ao calor, o que explica por que ele encontra aplicações em pastilhas de freio e espaçonaves. Kevlar é muito semelhante a outro produto que bombeiros e motoristas de carro de corrida estão familiarizados, que é usado em roupas de proteção contra incêndio. Para fazer os tecidos utilizados em painéis à prova de balas, os fios do Kevlar são tecidos em um tipo de “pano”. É a força dessas folhas de tecido que realmente respondem à pergunta de como funciona Kevlar.

Tecido Kevlar e proteção balística

Para a proteção balística, diversas folhas do tecido Kevlar são costuradas em conjunto para fazer os painéis à prova de balas dentro de um colete balístico. A quantidade apropriada das camadas de tecido é determinada por testes contra vários tipos de munição de revólver e de armas, e combinadas contra padrões conhecidos de proteção contra ameaças. Esses padrões de proteção contra ameaças tem diferentes níveis de proteção, com cada um deles sendo comparado com um tipo específico de ameaça, como armas de mão, rifles e até munição perfurante de armadura. Nos níveis de proteção contra ameaças mais altos, os painéis de blindagem macia do Kevlar podem ser complementados por placas de blindagem dura de cerâmica ou outro material semelhante.

Veja uma comparação do Kevlar com o tecido de Polietileno na fabricação de coletes à prova de bala:

Há tantas linhas entrelaçadas no Kevlar que quando uma bala golpeia um painel de Kevlar, ela não consegue atravessar a tela resistente formada pelos fios entrelaçados, e dissipa a energia apenas esticando a tela de Kevlar uma quantidade pequena. Alguns fios podem se quebrar mas não o suficiente para criar um caminho até o objeto ou pessoa sendo protegido. A energia da bala é então dissipada em vez de perfurar através do tecido. Porém, um impacto de concussão ainda atingirá o alvo, podendo causa ainda sérios danos.

Kevlar: preço por metro

A partir de 9% do salário mínimo, mas pode ser mais barato ou mais caro dependendo do tamanho, por um tecido de 0,5 por 1,30 m. O ideal para quem quer comprar o Kevlar é combiná-lo com outros tecidos e materiais para formar o produto final, tornando mais barato o seu uso.

Você sabia como funcionava o Kevlar? Como você pretende utilizar o tecido? Quais outros materiais super resistentes você conhece?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)