A força motriz de um sistema de transporte pneumático é a pneumática. O uso desse tipo de força já tem milênios, e só hoje estamos conseguindo explorar novas possibilidades para ela. Mas o que é esse sistema? Como ele funciona? E o que esperar dele no futuro?

O que é um sistema de transporte pneumático?

Em resumo é um sistema que usa tubos, vácuo, e recipientes para o transporte rápido e eficiente entre duas localidades. Muito usado para o transporte de mensagens, cargas, e pequenos pacotes dentro de grandes empresas ou de uma cidade, o transporte pneumático vem sendo visto hoje como uma alternativa também ao transporte público. Imagine só um transporte em um tubo de vácuo, sem congestionamento, e em alta velocidade. É basicamente o que Elon Musk está tentando fazer com seu Hyperloop.

Mas como funciona o sistema de transporte pneumático?

O sistema de funcionamento de qualquer transporte pneumático é basicamente o mesmo, apesar de algumas tecnologias diferentes e outras soluções proprietárias de cada empresa.

No sistema básico, um suporte de tubo pneumático tem um bom ajuste no tubo de transporte. Quando conectamos a extremidade do tubo a um ventilador e deixamos que o ventilador sopre, um excesso de pressão é criado no tubo. O transportador de tubo pneumático exibirá padrão na pressão e se afastará do ventilador.

Deixar o ventilador aspirar criará um vácuo no tubo, através do qual o transportador se moverá novamente na direção do ventilador. Desta forma, o transportador move-se através do tubo de transporte.

Sistemas de transporte pneumático

Entenda que o transporte pneumático pode ser uma boa opção de transporte no futuro, já que a velocidade é aumentada e a segurança também. (Foto: Coperion)

Como a unidade de processamento central sabe quando o transportador chegou ao seu destino? `Temos o interruptor do tubo presente. O interruptor do tubo detecta o transportador no tubo e, neste caso, dará um sinal à unidade de processamento central para desligar o ventilador.

O transportador pode mover-se de um lado para o outro, e o ventilador pode ser desligado. Parece quase um sistema de tubo pneumático real. Mas se o ventilador estiver desligado, o transportador ainda terá uma velocidade significativa, o transportador não irá parar imediatamente e entrará em colisão no final do tubo. Isso não é bom para a condição técnica do transportador, e muito menos o conteúdo. Para resolver este problema, é usado um freio a ar.

Um freio de ar é construído com duas condutas e duas válvulas de ar. Se uma válvula estiver aberta, a outra é automaticamente fechada. A pressão do ventilador irá fazer isso automaticamente, não havendo necessidade de um controle externo.

As válvulas são colocadas de tal forma que, quando um transportador é sugado para o ventilador, o ar passará pelo tubo de derivação. O transportador passará o interruptor do tubo, que deve desligar o ventilador. O transportador será interrompido pelo tampão de ar no tubo. O resto do ar fluirá através do tubo de derivação e não afetará mais o transportador.

O ventilador vai soprar e a posição das válvulas irá mudar. A válvula de derivação é fechada e o ar sopra o transportador para a estação de destino.

Na estação, o transportador também será detectado por um interruptor de tubo de forma semelhante e será abrandado pelo intervalo de ar incorporado.

Outro componente de um sistema de tubo pneumático é o divisor. Isso é necessário para mover o transportador de uma faixa para outra para continuar sua jornada. Desta forma, você pode conectar várias estações a um sistema. Mais uma vez, um interruptor de tubo detecta onde o transportador está localizado, antes ou depois do divisor.

Normalmente, há apenas um transportador em um tubo, mas seria possível ter dois. Os transportadores nunca podem colidir porque ambos estão sujeitos à mesma força motriz.

Hyperloop e o transporte pneumático

O Hyperloop usa esses princípios básicos para transporte, e inclui trilhos para poder realizar o transporte de passageiros. Ainda está em fase de testes e várias empresas ao redor do mundo estão concorrendo para colocar esse sistema para funcionar. Os desafios ainda são muitos, mas é uma questão de tempo até vermos o sistema de transporte pneumático sendo usado para transportar pessoas e cargas ainda maiores.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas. Estamos aqui para te ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)