O que é uma ponte? Uma ponte pode ser qualquer coisa tão simples quanto uma árvore que ajuda a atravessar um caminho através de um córrego, ou tão sofisticada quanto a Golden Gate Bridge. Uma ponte é apenas algo que nos ajuda a atravessar um obstáculo, seja um rio, oceano, pântano, desfiladeiro ou rodovia. No nível mais básico, existem cinco tipos de pontes: Viga, Arco. Suspensa, Treliça e Balanço (cantilever). Além dessas classificações, às vezes, pontes suspensas a cabo tem sua própria categoria, enquanto outras vezes elas são simplesmente uma sub-classe das pontes Suspensas.

Tipos de pontes

A maioria dos livros de engenharia vai classificar as pontes dentro de seis tipos diferentes:

  • Viga
  • Treliça
  • Arco
  • Balanço (Cantilever)
  • Suspensa
  • Estaiada

Cada uma dessas é única o suficiente para ser analisado separadamente, tendo seu lugar na construção civil de acordo com características específicas da região, aplicação, e forças às quais as pontes estarão submetidas.

Ponte de vigas

O tipo mais simples e comum de ponte usada no mundo real. Este tipo pode ser bastante eficaz, mesmo que não seja muito bonita. A maioria das pontes rodoviárias cai nesta categoria, feitas de vigas I e concreto armado. Vale a pena notar os diferentes tipos de vigas. Os feixes podem ser feitos em formas diferentes, e usados em qualquer tipo de ponte. O mais simples é um feixe quadrado contínuo. Engenheiros descobriram que um feixe sólido não é o mais eficiente, então eles começaram a usar formas diferentes. O feixe de forma I é bastante comum, bem como os feixes L e T. Você também pode ver uma forma quadrada oca usada de vez em quando.

Embora esses tipos de vigas sejam mais eficientes, elas também são mais difíceis de fazer. Mas a recompensa pode valer a pena na hora de cortar custos para a construção e manutenção da ponte.

Ponte em viga

Pontes em vigas podem ser construídas em vários ambientes, nas mais diversas configurações. São custo efetivas e muito resistentes a diversos tipos de forças. (Foto: HighestBridges.com

Ponte de treliças

A maioria das pontes modelo que você vai encontrar em sites de arquitetura ou fotos clássicas são pontes de treliça. Pontes de treliça são fáceis de analisar e relativamente fáceis de construir. Elementos de madeira são usados para forças de compressão, enquanto elementos de metal são feitos para suportar a pressão. Ambos os materiais são combinados em estruturas geométricas capazes de dar suporte ao pesos e forças que atuam sobre a ponte.

Ponte de treliças

Uma ponte de treliça é muito comum para dar suporte a ferrovias, e sua estrutura pode ser construída facilmente sob medida para este propósito. (Foto: Wikiwand)

Pontes de Arco

As pontes do arco são bonitas, e eficazes. Na vida real a sua eficácia é limitada em comprimento efetivo. É uma das estruturas mais antigas de pontes existentes, tendo sido usada pelos romandos antes de Cristo. Seu nome se dá pelo arco formado abaixo da ponte, e escorado em vigas.

Como funciona a ponte de arco

Uma ponte em arco tem essa estrutura de suporte inferior que faz parte do suporte que ela é capaz de proporcionar ao elemento principal do arco. (Foto: IHI)

Ponte balanço ou cantilever

O cantilever ou balanço é um conceito muito interessante. Suporta o peso com um contrapeso em uma extremidade. O problema com o uso de um Cantilever (bem como o sistema de Suspensão ou estaiado) é que eles precisam ser ancorados em algo. As pontes reais são ancoradas ao solo usando pilares de concreto. Pontes de balanço não tem essa opção. A maioria das pontes precisa ser portátil, o que significa que você pode pegá-las e colocá-las em outro local.

Ponte em balanço

Essa ponte no Quebec é uma das mais famosas pontes balanço no mundo. (Foto: Encyclopédie du patrimoine culturel de l’Amérique française)

Ponte suspensa

As pontes de suspensão são algumas das mais belas estruturas conhecidas pela humanidade, devido aos seus elegantes cabos curvos. Não somente são agradáveis ​​de olhar, mas permitem que os projetistas desenhem pontes mais longos do que todos os outros tipos (com a excepção das pontes estaiadas). Pontes de suspensão trabalham usando seus cabos principais para transferir peso de qualquer lugar na ponte, sobre o topo das torres, até os pontos de ancoragem em cada extremidade da ponte. Isso é bastante eficaz.

Tipos de pontes

Esse tipo de ponte é um dos mais belos, e um dos mais versáteis para lidar com forças como as do vento. (Foto: Toothpick Bridges)

Ponte estaiada

Pontes estaiadas são similares em conceito a pontes suspensas, e são muitas vezes confundidas. No entanto, elas diferem pelo fato que não há um cabo contínuo que se estende de uma extremidade da ponte para a outro. Em vez disso, ele usa suas torres como um ponto focal com cabos indo para baixo para em ambos os lados em linhas retas. Ao contrário de uma ponte suspensa, onde o cabo principal não é apertado, os cabos em uma ponte estaiada estão em constante tensão.

Conhece algum outro tipo de ponte que não colocamos aqui? Qual? Conhece alguma nova tecnologia, ou engenharia inovadora que traz novas ideias de pontes?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)