Parece que todos estão falando sobre impressão 3D atualmente, mas o que exatamente é isso? Essa tecnologia tem sido colocada como super inovadora e capaz de fazer as mais incríveis produções. Entender o funcionamento de uma impressora 3D e os caminhos para fazer a sua própria podem ser o pontapé inicial que você precisa para entrar nesse mundo.

O que é uma impressora 3D?

As impressoras 3D são uma nova geração de máquinas que podem fazer coisas do cotidiano. Eles são notáveis ​​porque podem produzir diferentes tipos de objetos, em diferentes materiais, todos na mesma máquina.

Uma impressora 3D pode fazer praticamente qualquer coisa, de copos de cerâmica a brinquedos de plástico, peças de máquinas de metal, vasos de grés, bolos de chocolate ou até mesmo (um dia em breve) partes do corpo humano.

Elas substituem as linhas tradicionais de produção da fábrica por uma única máquina, assim como as impressoras a jato de tinta domésticas substituíram as impressões feitas com placas de metal e tinta..

Por que é chamado de impressão 3D?

Se você olhar de perto (com um microscópio) em uma página de texto da sua impressora doméstica, verá que as letras não apenas mancham o papel. Na verdade, elas estão ligeiramente sobre a superfície da página.

Em teoria, se você imprimisse na mesma página alguns milhares de vezes, eventualmente a tinta acumularia camadas suficientes uma sobre a outra para criar um modelo 3D sólido de cada letra. Essa ideia de construir uma forma física a partir de camadas minúsculas é como as primeiras impressoras 3D funcionaram.

Como funciona a impressora 3D?

Comece projetando um objeto 3D em um PC doméstico comum, conecte-o a uma impressora 3D, pressione “imprimir” e, em seguida, sente-se e observe. O processo é um pouco como fazer um pedaço de pão fatiado, mas ao contrário. Imagine assar cada fatia individual de pão e depois juntá-las em um pão inteiro (em vez de fazer um pão inteiro e depois fatiá-lo, como um padeiro faz). Isso é basicamente o que uma impressora 3D faz.

O processo de impressão 3D transforma um objeto inteiro em milhares de minúsculas pequenas fatias e, em seguida, transforma-o de baixo para cima, fatia por fatia. Essas minúsculas camadas se juntam para formar um objeto sólido. Cada camada pode ser muito complexa, o que significa que as impressoras 3D podem criar peças móveis como dobradiças e rodas como parte do mesmo objeto. Você pode imprimir uma bicicleta inteira – guidão, selim, estrutura, rodas, freios, pedais e correntes – prontas para montagem, sem usar nenhuma ferramenta. É apenas uma questão de deixar lacunas nos lugares certos.

Impressoras 3D

A impressora 3D usa de filamentos ou resina para construir objetos sólidos por camadas, possibilitando os designs mais incríveis a custos baixos. (Foto: 3DPrint.com)

Quais são as oportunidades para as impressoras 3D?

Você já quebrou alguma coisa, apenas para descobrir que ela não sendo está mais vendida e você não pode substituí-la? Impressão 3D significa que você pode simplesmente imprimir uma parte nova. Esse mundo, onde você pode fazer quase tudo em casa, é muito diferente daquele em que vivemos hoje. É um mundo que não precisa de caminhões para entregar mercadorias ou armazéns para armazená-los, onde nada está fora de estoque e onde há menos desperdício, embalagem e poluição.

Também é um mundo em que os itens do dia a dia são feitos sob medida para suas necessidades. Isso significa móveis feitos para caber em sua casa, sapatos feitos para caber em seus pés, maçanetas feitas para caber em suas mãos, refeições impressas ao seu gosto com o toque de um botão. Até medicamentos, ossos, órgãos e pele feitos para tratar seus ferimentos.

Você pode obter algumas dessas coisas agora, se for rico, mas a impressão 3D leva a produção acessível e sob medida para as massas. Se isso soa como pura fantasia, tente pesquisar “produtos impressos em 3D personalizados” e veja por si mesmo. Afinal de contas, a ideia de fazer compras no supermercado em um celular era como algo de ficção científica.

Quais são as limitações da impressão 3D?

Embora a compra de uma impressora 3D seja muito mais barata do que a configuração de uma fábrica, o custo por item que você produz é maior, portanto, a economia da impressão 3D ainda não se compara à produção em massa tradicional. Também não pode igualar o acabamento suave de máquinas industriais, nem oferecer a variedade de materiais ou a variedade de tamanhos disponíveis através de processos industriais. Mas, como tantas tecnologias domésticas, os preços vão cair e as capacidades da impressora 3D vão melhorar ao longo do tempo.

Como todas as novas tecnologias, o hype da indústria está alguns anos à frente da realidade do consumidor. É uma tecnologia emergente, ou seja, como computadores domésticos ou telefones celulares, a maioria das pessoas permanecerá cética sobre a necessidade de uma até que todos tenham uma, e depois todos ficaremos imaginando como conseguimos viver sem elas.

Como fazer uma impressora 3D?

Existem centenas de projetos de impressoras 3D na internet. São as impressoras de código aberto, o que significa que a comunidade trabalha em conjunto para melhorar os códigos, construção e componentes das impressoras 3D. Apesar de parecer atrativa a ideia de fazer sua própria impressora 3D, não se empolgue tanto.

Se você está apenas começando no mundo da impressão 3D, é melhor comprar uma impressora que já venha montada ou que seja fácil de encaixar e conectar as peças. A curva de aprendizado da impressão 3D é grande, e poupar tempo com a construção de uma impressora confiável pode ajudar muito nesse começo. Mesmo se você achar que vai economizar com isso, não vale a pena, pois sai mais barato comprar a impressora pronta do que montar sua própria.

Agora, se você já tem experiência com impressoras 3D e quer fazer uma versão personalizada de impressora, o mundo é vasto para sua escolha. Existem modelos feitos com peças de computadores antigos, modelos feitos com peças modernas, modelos feitos em tamanhos gigantes, modelos em tamanhos minúsculos, modelos que misturam impressora 3D, CNC e lasers, e muito mais.

Mas o modelo mais simples pra você começar são as impressoras RepRap. Essas impressoras tem uma grande comunidade por trás e modelos extremamente simples e confiáveis de montar. Para começar, você deve pesquisar online sobre os modelos disponíveis, as peças, e orçar os valores em lojas online brasileiras ou até mesmo as famosas lojas chinesas. Você pode também visitar locais espalhados pelo Brasil onde entusiastas se reúnem para compartilhar conhecimento e até te ajudar a montar a impressora. Cursos, ebooks, livros, e fóruns também devem ser procurados para te ajudar.

O que você acha de impressões 3D? Quais modelos acha mais legais?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)