O bilionário da tecnologia Elon Musk tem grandes ambições para Tesla durante os próximos anos. E a fábrica da Tesla Motors, apelidada de Gigafactory, veio para solidificar as ambições do Elon Musk para o futuro do carro elétrico.

Fábrica da Tesla Motors: a construção

A Tesla Motors pretende fazer a produção de seus carros mais acessível. O objetivo ambicioso da Tesla envolve tanto aumentar a produção quanto reduzir os custos, e a Gigafactory foi o meio pelo qual a Tesla está tentando conseguir isso.

A construção da primeira fábrica, que será usada de modelo para as outras da marca, já impressiona pelo tamanho. A fábrica está localizada em um terreno que é mais do que três vezes o tamanho do Central Park. Se a referência não te dá uma noção, cabem 95 campos de futebol americano no espaço da Gigafactory, que ocupa um espaço de 1 milhão de metros quadrados (o espaço da fábrica mesmo). E vale lembrar que a fábrica tem um design expansível, ou seja, será possível que esse espaço ainda se expanda com o passar dos anos.

Empresa Tesla: a altura da Gigafactory

A fábrica tem 71 metros de altura; Isso é quase a altura de 2 cristos redentores. É tão grande, na verdade que Elon Musk ainda fica surpreso quando ele visita a fábrica. É tão grande, na verdade, que será o segundo maior edifício do mundo. E pense no seguinte: há planos de expansão, e essa é só a primeira fábrica. Ainda acha pequeno? A fábrica só é menor do que uma das fábricas da Boeing. Sim, a Gigafactory só é menor do que uma fábrica de aviões.

Fábrica da Tesla Gigafactory

A Tesla Gigafactory é uma fábrica gigantesca da inovadora fabricante de carros elétricos. Assim que ela estiver pronta, a tendência é que os carros elétricos comecem a ser muito mais acessíveis. (Foto: Supply Chain Asia)

Uma fábrica que resiste a terremotos

Não obstante ter uma fábrica gigante, a construção é feita para resistir a terremotos. São quatro estruturas diferentes construídas em quatro fundações separadas para que a fábrica possa suportar melhor terremotos. A Tesla gastou US$16 milhões só pra fazer a fundação da construção.

Barateando os custos das baterias da Tesla

A Gigafactory vai construir baterias, principalmente. E a Tesla não tem só baterias para carros, pois desenvolveu também uma bateria para se usar em casa para estocar energia produzida por painéis solares e turbinas eólicas. Para a Tesla, o futuro, envolve uma casa que produz sua própria energia e que alimenta tanto a casa com energia elétrica quanto seu carro.

Com uma fábrica própria, e uma fabricação que será completamente feita de produtos reciclados, uma fábrica praticamente autossuficiente de energia (viu a quantidade de painéis solares na fábrica?), e processos inovadores de fabricação que vão proporcionar a Tesla uma economia de escala considerável.

Reciclagem e sustentabilidade na fabricação de baterias da Tesla

Reforçando uma coisa revolucionária na fábrica da Tesla: a reciclagem. Na fabricação de baterias, serão usados trens reciclados. Mas não são apenas trens que são reciclados. Baterias antigas também serão recicladas para proporcionar ainda mais economias na fabricação das baterias Tesla. Isso sem contar na produção da própria energia, pois a fábrica é coberta por painéis solares e ainda tem alguns a mais em uma colina próxima para gerar mais energia. Junte a isso também a energia geotérmica e eólica, a Gigafactory será totalmente autossustentável e ecológica, com energia renovável.

Capacidade de fabricação da Gigafactory

A Tesla tem o projeto de construir 500 mil carros por ano, mas Elon Musk quer que esses números cheguem aos milhões. Por esses números, dá pra ter uma ideia da quantidade de baterias que a Tesla será capaz de fabricar.

A Gigafactory custa bilhões, empregando milhares de funcionários

A Tesla e seus parceiros coletivamente investirão um total de US$ 5 bilhões na fábrica, e as outras Gigafactories irão precisar dos mesmos investimentos. E mais de 6.000 funcionários irão trabalhar na instalação, desde profissionais de Recursos Humanos até engenheiros que estarão diretamente envolvidos na construção das novas baterias Tesla.

A forma da Gigafactory

Assim como com os veículos de Tesla, muita atenção é voltada ao design da fábrica. Seu formato de diamante é feito para se encaixar no cenário e, ao mesmo tempo, ser esteticamente agradável. A fábrica está alinhada ao norte verdadeiro para que a Tesla possa mapear o equipamento GPS da empresa e alinhar corretamente os painéis solares no telhado.

As expectativas são que a fábrica pelo menos dobre a produção mundial de baterias de lítio-íon. Entenda isso: uma fábrica, sozinha, dobrando a fabricação mundial de um produto.

E aí, o que vocês acham? Está convencido das intenções da Tesla e que eles serão capazes de fazer tudo isso na fábrica? E nas próximas Gigafactories, o que você espera? Quando você pretende fazer um test drive do seu futuro Tesla?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)